ufsj_logo_topo   ufsj_logo_topo   cefet_logo_topo

Defesa de Dissertação de Heitor Magno Rodrigues Junior

CONVITE À COMUNIDADE

 

A Coordenação do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica UFSJ/CEFET-MG tem o prazer de convidar toda a comunidade para a sessão pública de apresentação e defesa da dissertação "MÉTODO INTERVALAR PARA ANÁLISE DE MAPAS DISCRETOS". 

 

MESTRANDO: Heitor Magno Rodrigues Junior

 

BANCA EXAMINADORA:

Prof. Dr. Erivelton Geraldo Nepomuceno - UFSJ (Orientador)

Prof. Dr. Márcio Falcão Santos Barroso - UFSJ

Prof. Dr. Alípio Monteiro Barbosa - UNIFEMM

 

LOCAL: Sala 3.16 do Prédio do DEPEL, Campus Santo Antônio - UFSJ

DATA: 15 de dezembro de 2016 - quinta-feira 

HORÁRIO: 14h

 

Resumo do trabalho:  

Resultados obtidos por cálculos numéricos nem sempre são totalmente precisos. Isso ocorre devido ao fato de o computador apresentar limitações, fazendo com que o conjunto dos números que ele represente seja finito. Com o intuito de reduzir ou eliminar os erros causados por essas limitações, diversos métodos foram desenvolvidos ao longo dos anos. A análise intervalar é um método que procura limitar os erros computacionais, de modo que um resultado obtido seja representado por uma faixa de valores. Neste trabalho, uma metodologia de análise intervalar é implementada com o intuito de produzir métodos de detecção de pontos fixos e órbitas periódicas em mapas discretos. Os resultados obtidos com a metodologia desenvolvida nesta dissertação serão avaliados em relação a resultados de métodos presentes na literatura. Além disso, eles serão comparados com outros métodos de análise intervalar de acordo com a resposta atingida por cada um, onde serão avaliados tanto a precisão dos resultados quanto o custo computacional necessário para alcançá-los. A metodologia do trabalho se divide em dois métodos intervalares, onde o primeiro realiza operações aritméticas computacionais com os limites do intervalo ao invés de operações intervalares convencionais. O segundo método é baseado na propriedade da interseção intervalar e nele se faz a tentativa de reduzir o tamanho dos intervalos obtidos como resposta. Ambos os métodos são avaliados e comparados com outros métodos intervalares em 12 cálculos de ponto fixo e órbitas periódicas do mapa logístico. Aplicando a metodologia desenvolvida no trabalho, foi possível obter órbitas periódicas de período até 2048 com precisão alta, o que não foi possível nos demais métodos intervalares usados para comparação. 

 

Palavras-chave: Análise Intervalar, Pseudo-Órbitas, Mapa Logístico, Órbitas Periódicas.